Perguntas Frequentes

Consulte as perguntas mais frequentes em relação ao serviço de Atendimento Domiciliar.

O que é Home Care?
Home Care (cuidado em casa, em uma tradução livre) consiste na assistência médica e de enfermagem para o paciente no domicílio do mesmo.
Como faço para obter a prestação de serviço da Saúde no Lar em minha residência?

Existem dois meios de obter a prestação de serviço da Saúde no Lar: O primeira se dá através do convênio. A partir da solicitação do serviço por meio de um relatório elaborado pelo médico do paciente, que deverá ser encaminhado ao convênio, serão realizadas avaliações terapêuticas a fim de definir quais as necessidades o paciente terá (equipamentos, medicamento, materiais e atendimentos).

A segunda se dá através do atendimento particular. A partir da solicitação do serviço por meio do relatório elaborado pelo médico do paciente, são realizadas as avaliações para atender as necessidades do paciente e a partir daí é montado o plano de ação e financeiro para a avaliação da família. Quando aprovado, toda a estrutura é instalada no domicílio do mesmo.

O meu convênio cobre tudo o que é necessário para o atendimento?
Depende de cada convênio e qual a complexidade do paciente.
O serviço da Saúde no Lar está disponível 24 horas/dia?
Sim. Durante o horário comercial é realizado o contato diretamente com a empresa e fora do horário comercial o atendimento é realizado pelo plantão. O plantão atende todas as necessidades de urgência do paciente.
Qual o perfil para que o paciente receba o atendimento em casa?
Existem diferentes casos em que o paciente tenha eletividade para o atendimento domiciliar. Os mais comuns são:
• Pacientes com necessidade de uso de ventilação mecânica contínua
• Pacientes com algum tipo de deficiência, seja permanente ou temporária, que necessitem da atenção domiciliar
• Pessoas com necessidade de acompanhamento de fisioterapia, fonoaudiologia, nutricional ou psicológica
• Pacientes traqueostomizados que necessitam de atenção domiciliar
• Pacientes em adaptação do uso de Órteses/Próteses
• Pacientes que estejam em cuidados paliativos
• Pessoas com problemas de saúde controlados/compensados, mas com alguma impossibilidade física
• Pacientes com necessidade de ministração de medicação endovenosa ou subcutânea
• Pacientes com necessidade de administração de antibióticoterapia (ATB) e outros tratamentos similares
O que é o desmame na Internação Domiciliar?
Consiste na redução progressiva do tempo de assistência, sendo realizado de forma gradual e conforme a evolução clínica do paciente. Os familiares serão previamente orientados quanto ao processo de desmame e os cuidados necessários para cada caso.
Há algum benefício para a redução da conta de luz para pacientes que possuem ventilação mecânica?
Existe um programa do Governo Federal que fornece desconto de até 60% na conta de luz para pacientes com ventilação mecânica cadastrados. Há também a possibilidade de isenção de uma série de impostos para pessoas doentes. A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) disponibiliza uma cartilha que orienta a pessoa interessada os procedimentos necessário para a obtenção do benefício.
Alugando um cilindro de oxigênio terei suporte 24 horas para o mesmo?
Sim, porém é recomendado que seja feita uma avaliação diária do volume de oxigênio que o cilindro possui para que possa ser realizada a solicitação de troca com antecedência, evitando situações emergenciais.
Se o paciente em internação domiciliar precisar realizar exames laboratoriais, como é feito o processo de agendamento e coleta?
A família fica responsável pelo agendamento da coleta com o laboratório em domicílio.
Caso o paciente em internação domiciliar precise de realizar exames de maior complexidade (tomografia, endoscopia e etc), como é feito o processo de agendamento e remoção?
O agendamento deve ser realizado pela família do paciente e deve ser comunicado ao convênio e à empresa de internação domiciliar. Alguns convênios optam por agendar a remoção de ambulância por conta própria, já outros optam por deixar a empresa de internação domiciliar realiza-lo, depende de cada convênio. É necessário conhecer bem os procedimentos de cada convênio antes de necessitar da realização da remoção.
É possível continuar com os serviços de atendimento pela Saúde no Lar após a alta médica?
Sim, é possível, mas a partir daí o convênio passa a não cobrir o atendimento domiciliar mais e o paciente passa a se encaixar na modalidade particular.
Ocorrendo uma emergência com o paciente, quem a família deve acionar?
Caso o paciente intercorra em casa, a família deve acionar o plantão de enfermagem. Dependendo da complexidade do paciente o mesmo pode ser até mesmo removido para o hospital com a ambulância e médico plantonista.
Em caso de óbito durante a internação domiciliar, qual médico irá fornecer o atestado?
Depende de cada caso, caso o paciente tenha vindo a óbito durante uma intercorrência que foi atendida pelo nosso médico plantonista, o mesmo poderá fornecer o atestado de óbito. Porém é também comum que o médico que acompanha o paciente forneça o atestado.